“Eu sou uma bailarina e cheguei aqui sozinha”

Era a Noite das Cantoras no Pelourinho, que neste mês de novembro recebe o projeto Música em todos os ouvidos”, e o clima intimista reinava na Praça Tereza Batista, quem abriu a noite foi a baiana Manuela Rodrigues, que mostrou mais uma vez, que belas vozes e talentosas pérolas temos por demais nas bandas de cá. Em seguida foi a vez da mineira Marina Machado que fez um rápido mais divertido show, fazendo releituras que foram do conterrâneo Milton Nascimento aos Mutantes, passando por Roupa Nova, além de canções próprias, todas acompanhadas de impagáveis interpretações.

tiê

Quando a mineira deixou o palco, a ansiedade pelo show da paulista de nome diferente e que já quis ser Maria, tomou conta da maioria do público presente. Era ela, a estrela da noite,Tiê, que desde a apresentação da baiana Manuela Rodrigues, já distribuía simpatia passeando pela praça Tereza Batista, exibindo a linda barriga onde carrega, como mesmo disse, a nova integrante da banda – que dois dias depois descubro que terá o nome de Pam.

Com uma beleza e elegância que faria Caetano rever seus conceitos de “deselegância discreta de tuas meninas” ao escrever Sampa, a paulista e ex-modelo de voz suave subiu ao palco e fez a sua parte. Divindade em terra encantada, Tiê passeou pelo seu lindo repertório: “Dois”, “Chá Verde”, “A bailarina e o astronauta”, “Assinado eu”, “Quinto andar”….todas cantadas em coro pela turma do gargarejo, destaque para a franco-brasileira “Aula de francês”. Por fim Tiê presenteou ao público com uma versão quase flamenca de “Você na vale nada”, música da banda da sergipana Calcinha Preta.  O folk e as belas composições autorais dividiram espaço na terra de Caê que em “Lapa” proclama a união do “cool e popular”.

tiê2
Na platéia uma senhora pergunta a um dos muitos fãs com todas as letras na cabeça, como conheceu a cantora. Se surpreende ao ouvir “no boca a boca, um ouviu, disso pro outro e assim por diante…” Desta forma, ainda sem a exploração da grande mídia, acompanhamos o boom de mais um bela jovem voz da música. O ano de Maria Gadu, também é o do Tiê.  É, se engana quem acha que aqui só surgem talentos com tanta frequência, para o futebol.

No twitter, Tiê descreveu o encantamento com a noite no Pelô. “Show incrível em Salvador! E os bahianos mto queridos! Quero voltar logo!” disse a cantora, que pode ter a certeza de que o sentimento é recíproco por parte de quem foi ao show. Que a volta não demore a acontecer. “I’m already glad that I met you” mas ainda mais felizes ficaremos, com mais noites com a inesquecível do dia 07. Afinal, “tanta afinidade assim, eu sei que só pode ser bom.”


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s